Compartilhe este post

Sem surpreender, BC corta Selic e sinaliza possibilidade de intensificar ritmo da flexibilização

O Copom decidiu, por unanimidade, cortar a taxa Selic em 0,25 ponto porcentual, de 14% para 13,75% ao ano, sem viés, que veio em linha com a expectativa da REAG. De acordo com o comunicado publicado pelo Banco Central, após o término da reunião do colegiado, as projeções para a inflação de 2016 recuaram nos cenários de referência e de mercado e encontram-se em torno de 6,6%. Na decisão pesaram, de um lado, o aumento das incertezas no cenário internacional e por outro lado, os sinais de desaceleração inflacionária na economia doméstica. O Copom destacou a fraca atividade econômica – com uma projeção menor do PIB – como um dos fatores que podem intensificar o processo de desinflação.

Destacamos ainda que o Banco Central frisou que a atividade econômica tem perfomado “aquém do esperado”, indicando que a sua retomada do crescimento “pode ser mais demorada e gradual que a antecipada previamente”. No comunicado, o Banco Central manteve a postura conservadora e cautelosa, com uma redação lacônica sobre os condicionantes para apressar a velocidade do ciclo de flexibilização no corte de juros: “a magnitude da flexibilização monetária e a intensificação do seu ritmo dependerão das projeções e expectativas de inflação e da evolução dos fatores de risco”.

Contudo, ao mencionar que as projeções de inflação retrocederam, destacando “que o ritmo de desinflação nas suas projeções pode se intensificar caso a recuperação da atividade econômica seja mais demorada e gradual que a antecipada”, entendemos que a autoridade monetária sugere a possibilidade de cortes maiores na Selic em 2017. Em outras palavras, essa interpretação reitera nosso cenário de que nas duas primeiras reuniões do Copom do ano que vem, a redução da Selic será acelerado para 50 pontos-base.

copom-nov-16

Compartilhe este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

quatro × 3 =