APIs, inteligência artificial e digitalização são aposta da Reag para ganhar eficiência

Compartilhe este post

APIs, inteligência artificial e digitalização são aposta da Reag para ganhar eficiência

A Reag Investimentos, que administra mais de R$ 75 bilhões em ativos, aposta nouso de APIs, inteligência artificial e digitalização de processos para ganhar mais 30%de eficiência. Para alcançar a meta, a instituição fechou acordo com o grupo suíço detecnologia financeira Temenos.

A casa, segunda maior administradora e gestora independente em volumefinanceiro pelo ranking Anbima, vai adotar a plataforma Multifonds. Segundo ogrupo, “o novo sistema contempla um banco de dados mais robusto, integração deprodutos e plataformas através de APIs, workflow/processo automatizado eintegrado ao sistema que garante qualidade e padronização, vários dashboards decontrole, abrangentes trilhas de auditoria e a utilização de inteligência artificial no diaa dia da operação”. O CEO da Reag, João Mansur, afirma que a casa “espera ter 30% de ganhos emeficiência, além de uma visão abrangente dos negócios com maior controle etransparência de informações aos sócios”. O executivo aponta que “o nosso objetivoé a melhoria operacional na análise dos fundos administrados, e segurança equalidade das informações processadas, tanto internamente como para clientes”. há 8 minutos Finanças

A Reag administra R$ 75 bilhões, distribuídos em cerca de 300 fundos. A aposta natecnologia vem da necessidade de se analisar cada portfólio separadamente todosos dias. A plataforma Multifonds permitirá, segundo Mansur, “a automação epadronização de processos para que possamos focar apenas nas divergências eexceções”.

Conforme a Reag, a Multifonds é utilizada por nove dos 15 maiores administradoresde fundos do mundo. “Com isso, ganhamos a expertise para podermos nos igualara estes players”, diz o CEO da gestora. A plataforma vai permitir acesso ainformações da operação em tempo real, a melhoria na análise do processamentodos fundos e aprimoramento da qualidade dos dados.

Compartilhe este post