Copom eleva Selic para 3,5% e aponta nova puxada de +0,75 p.p. na próxima reunião

Compartilhe este post

Copom eleva Selic para 3,5% e aponta nova puxada de +0,75 p.p. na próxima reunião

Em meio à alta da inflação brasileira, que já avança 6,10% (IPCA-abril/21) em 12 meses, a reunião do Copom em maio/21 decidiu aumentar a taxa básica de juros em 0,75 ponto porcentual, para 3,50% ao ano, conforme esperado pela REAG e pelo consenso de mercado. O Comunicado pós-reunião sinaliza, para a próxima decisão em junho, nova alta de 0,75 p.p. puxando a Selic para 4,25% a.a.. Entretanto, o documento explicita que, neste momento, o Banco Central antevê uma “normalização parcial” da política monetária, mas ponderando que os passos futuros poderão ser ajustados com vistas ao cumprimento da meta de inflação e reduzindo assim, bastante seu compromisso com um ajuste parcial. Nesse ponto, ao ver da REAG, consta a maior “novidade” na comunicação.

Continue lendo no nosso blog:
https://bit.ly/3h6AAjl

Compartilhe este post

Menu