Bolsa atinge o menor nível em pontuação do ano com mudança no teto de gastos; dólar sobe

Compartilhe este post

Bolsa atinge o menor nível em pontuação do ano com mudança no teto de gastos; dólar sobe

Agência CMA

Por Carolina Gama, Paulo Holland, Pedro de Carvalho e Soraia Budaibes

21/10/2021

 

O dólar comercial fechou em R$ 5,6670, com alta de 1,88%. A sessão, que já começou tensa devido à fala do ministro da Economia, Paulo Guedes, que ontem afirmou ter “licença para gastar”, subiu ainda mais de temperatura após o presidente Jair Bolsonaro anunciar um auxílio emergencial aos caminhoneiros, além da manobra para recalcular o teto de gastos baseado no Indice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

De acordo com o executivo da REAG Investimentos, Antonio Machado, “o mercado já vinha com dúvidas sobre a credibilidade do arcabouço fiscal. Romper o teto retira não apenas a credibilidade, mas também a previsibilidade da política fiscal brasileira”.

Machado acredita que o país trilha um caminho sem volta: “Vamos precisar construir uma nova âncora fiscal, pois na prática o teto fiscal acabou”, sacramenta. Ele ainda fala sobre os planos de recalcular o teto baseado no INPC: “É um índice maior, por isso o Bolsonaro disse que não iriamos furar o teto. Mas isso ainda precisa ser aprovado”, explica.

 

Leia mais em: https://bit.ly/3vDgl27

Compartilhe este post