Compartilhe este post

Bancos iniciam ciclo de ajustes no custo do crédito imobiliário

Bancos iniciam ciclo de ajustes no custo do crédito imobiliário
Após três altas seguidas da Selic, instituições financeiras começam a elevar juros para financiamento de imóveis
Por Redação Infocredi360
19/07/2021

Na análise da Simone Pasianotto , economista-chefe da REAG Investimentos, o indicativo do Banco Central sobre novos ajustes na Selic, que deve alcançar 6% ao final de 2021, pode inibir a entrada de novos consumidores no mercado imobiliário. Esse comportamento de cautela pode vir a reduzir o crédito imobiliário neste momento, até que as famílias se ajustem a essa nova realidade.

A economista preparou uma simulação para o Infocredi360: considerando um imóvel no valor de R$ 500 mil, sendo financiado o valor máximo de R$ 400 mil, tomando como referência a taxa anterior do Santander e trazendo para a taxa atual, a diferença no custo médio mensal do financiamento é de R$ 100 por mês nas primeiras parcelas, na Tabela Sac (Sistema de Amortização Constante).

“Nesse primeiro momento pode ser que a alta não desestimule muita gente. Devendo atingir apenas uma parcela de consumidores em que os R$ 100 façam uma significativa diferença no custo do orçamento familiar”, avalia Pasianotto, que também vê esse movimento como uma tendência.

Leia mais em: https://bit.ly/3ez3QNU

Compartilhe este post