Semana vem com últimos indicadores de atividade de agosto, confirmando trajetória de retomada da economia no 3T20

No Brasil, a semana será menor por conta do feriado de Nossa Senhora Aparecida (segunda-feira), mas investidores devem ficar atentos aos ADRs das companhias brasileiras negociadas em Nova York. Nos EUA, também é feriado, de Dia de Colombo, mas as bolsas irão funcionar normalmente.

Entre os indicadores, dados de inflação e atividade ficam no radar, com destaque para o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), considerado uma prévia do PIB nacional e a leitura do setor de serviços pelo IBGE.

Os dados da pesquisa de serviços (quarta-feira) deverão mostrar crescimento no mês, ainda que com menor contribuição dos serviços prestados às famílias. O volume de serviços deve crescer 0,6% (MoM) em agosto, refletindo o varejo ampliado (4,6%) e o maior fluxo de veículos pesados nas estradas (1,9%).

O IBC-Br de agosto (quinta-feira), ao trazer uma proxy agregada para o crescimento do PIB, deverá reforçar a leitura de atividade econômica forte. Projetamos que o indicador avance 1,9% (MoM), impulsionado pelo varejo ampliado (4,6%) e pela produção industrial (3,2%). A melhora da confiança e o setor agropecuário também devem ajudar.

Na sexta-feira, o IGP-10 de outubro deve desacelerar de 4,34% para 3,03% (MoM) devido à atenuação das altas do arroz, milho, suínos, minério de ferro e combustíveis. O IPC-S da 2ª quadrissemana de outubro (sexta-feira) deve desacelerar, em razão dos preços dos combustíveis e de itens ligados aos cuidados pessoais.

Indicadores de inflação nas principais economias deverão reforçar discurso acomodatício dos bancos centrais. Eventuais pressões temporárias de preços nos EUA não deverão alterar as sinalizações recentes dos bancos centrais, de manutenção de juros baixos por bastante tempo.

Enquanto os investidores seguem com alguma esperança de que o Congresso e o governo norte-americano conseguirão chegar a um acordo de um novo pacote de estímulos, a corrida eleitoral esquenta com muitas incertezas. Está programado para quinta-feira o segundo debate entre os presidenciáveis Donald Trump e Joe Biden. Porém, com o recente caso positivos de Covid-19 do republicano, a comissão de cuida dos debates decidiu alterar o formato para um encontro remoto, o que levou Trump a dizer que não irá participar.

Entre os indicadores, a semana terá alguns dados de atividade e de inflação, com destaque para o dado de preços ao consumidor (CPI), com expectativa de alta de 0,2% na comparação mensal, segundo dados da Refinitiv, ante alta de 0,4% no mês anterior. Os investidores também ficarão de olho nos números da segunda maior economia do mundo, a China, com os dados de exportações e importações (segunda-feira) e com as inflações ao produtor e consumidor (quarta-feira).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Fill out this field
Fill out this field
Please enter a valid email address.
You need to agree with the terms to proceed

two + ten =

Menu