Dados domésticos de atividade econômica estão no radar: PIB 4T20 e indústria jan/21

O grande destaque da agenda doméstica nesta semana fica por conta da divulgação do PIB no quarto trimestre de 2020 (quarta-feira). Nossa expectativa é de que o indicador confirme uma expansão robusta, porém mais moderada do que a registrada entre julho e setembro. O resultado será relevante para definir a magnitude do ponto de partida para o crescimento de 2021. Projetamos que o PIB no 4T20 apresente desaceleração na comparação trimestral de 7,7% (3T20/2T20) para 2,9% (4T20/3T20). Na ótica da oferta, destaque para o crescimento do setor de serviços (+2,8%, T/T), refletindo a flexibilização das medidas de distanciamento social. Se confirmado, no ano fechado de 2020, a economia brasileira registrou queda de 4,1%.

A produção industrial de janeiro (sexta-feira), por sua vez, deverá confirmar os sinais de acomodação no período, refletindo, por exemplo, as restrições à atividade econômica em várias regiões do país no início do ano. De acordo com projeção da REAG, a produção industrial de janeiro deverá desacelerar de 0,9% (MoM) para –0,4% (MoM), em linha com o desempenho de alguns indicadores antecedentes, tal como a produção de veículos da Anfavea (-1,9%, M/M). Adicionalmente, a escassez de insumos em alguns segmentos industriais também limitará o desempenho nesta leitura. Ao longo da semana, a Anfavea e a Fenabrave divulgarão seus números do setor automobilístico referentes a fevereiro.

Entre os indicadores de nível de preços, destacamos o IPC-Fipe (quarta-feira), para o qual é esperada desaceleração em fevereiro, refletindo a queda nos preços de energia elétrica e de Educação, sendo parcialmente compensados por aumento nos preços dos combustíveis.

No exterior, indicadores de atividade econômica em fevereiro serão destaque. A versão final de fevereiro do índice PMI deverá confirmar os resultados prévios, que apontam para contração da atividade econômica na Europa neste primeiro trimestre. Se por um lado a indústria continua registrando expansão, por outro, o segmento de serviços tem sido bastante afetado pelas medidas de restrição à mobilidade em vários países, diante do avanço da pandemia.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Fill out this field
Fill out this field
Please enter a valid email address.
You need to agree with the terms to proceed

17 − fifteen =

Menu