Compartilhe este post

Carta Mensal : Janeiro 2024

Comentário Econômico

Por: Marcelo Fonseca, economista-chefe da REAG Investimentos
e Saulo Holzmann, estrategista da REAG Investimentos

 

Comportamento dos mercados no mês

O primeiro mês de 2024 foi de poucos destaques. O mais relevante foi o resultado do PIB
americano no quarto trimestre de 2023 (crescimento anualizado de 3,3%), corroborando o
quadro de robustez da economia dos EUA, impulsionada principalmente pelo forte
crescimento do consumo das famílias. No final do mês, o FED (Banco Central americano)
decidiu manter a taxa de juros em 5,5% a.a. e sinalizou que não tem pressa em iniciar um
provável (e esperado pelo mercado) ciclo de queda nos juros. Com a inflação mostrando
claros sinais de arrefecimento, antecipamos o início do ciclo de corte de juros no final do
primeiro semestre.

A perspectiva de afrouxamento monetário nos próximos meses nas economias centrais
proporcionou a continuidade do bom desempenho dos mercados acionários globais, com
as claras exceções da China e do sudeste asiático. O Brasil, devido basicamente aos
resultados fiscais negativos de 2023, não acompanhou o bom momento global. O Ibovespa
apresentou queda no mês, o Real voltou a se desvalorizar perante o dólar e a curva longa de
juros se elevou.

 

Cenário Internacional

Para 2024, esperamos a continuidade do processo de desinflação em decorrência aperto
monetário global liderado pelo FED americano, que levou as fed funds de 0,25% em
dezembro de 2021 para 5,5% em meados do ano passado. O resultado deste esforço de
combate à inflação produzirá um efeito colateral negativo sobre o crescimento global, que
deverá desacelerar de 2,7% para 2,2% neste ano. Com eleições em 77 países em 2024, o
risco geopolítico se coloca como uma fonte importante de volatilidade nos mercados,
principalmente com a eleição americana (risco Trump) em novembro. Eventos climáticos
e/ou militares também poderão afetar o comércio mundial e representar risco para a
convergência da inflação. Com este pano de fundo, iniciamos 2024 ainda com uma
alocação nas carteiras globais mais voltada para a Renda Fixa do que a Variável, devido à
combinação de um retorno na Renda Fixa acima da inflação mundial (+2,9% esperado), com
uma expectativa de menor crescimento de lucro nas empresas pelo PIB mais acanhado,
somada a uma avaliação historicamente cara do mercado de Renda Variável, principalmente
nos EUA.

 

Cenário Doméstico

Apesar da melhora no cenário local neste primeiro ano do novo governo de Lula, o risco
fiscal permanece latente, como ficou evidente no mês de janeiro. Com o forte aumento de gastos proporcionado pela PEC da Transição, o resultado primário passou de um superávit
de 0,5% do PIB em 2022 para um déficit de 2,1% do PIB no ano passado – o segundo maior
da série histórica, excetuando-se apenas o ano de 2020, no olho do furacão da Covid-19.
Entendemos que será muito difícil alcançar a meta de déficit zero estabelecida pelo governo
para 2024, com os gastos públicos em elevação e a perspectiva de menor arrecadação
decorrente da queda no crescimento (antecipamos uma desaceleração do PIB de 3,0% em
2023 para 2,0% neste ano). O quadro fiscal delicado poderá limitar a queda de juros por
parte do Banco Central (antecipamos que a taxa Selic deverá atingir 8,5% ao final de 2024),
colocando riscos para o crescimento econômico. Com isto, continua nossa preferência por
títulos privados, crédito e operações estruturadas indexados ao CDI, pois com inflação em
queda (IPCA esperado abaixo de 4%), o juro real ainda se mostra bastante atrativo, sem
necessidade de as carteiras locais ficarem expostas a maiores riscos de mercado/volatilidade em 2024. Continuamos com alocação em Renda Variável apenas para carteiras com
perfil mais agressivo.

 

Indicadores do Mês – Janeiro 2024

  • Ibovespa             – 4,79%
  • Dólar                    + 0,07%
  • CDI                        + 1,75%
  • IGPM                    + 0,97%

Compartilhe este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

18 − quatro =