Compartilhe este post

Agenda Econômica Semanal – 8 a 14 de agosto de 2022 : Na agenda desta semana temos IPCA, Ata do Copom, dados do varejo e de serviços

Na agenda doméstica, destaque para os dados de inflação e atividade. Na terça-feira, o IPCA de julho deve passar para o terreno negativo (de 0,67% em junho para –0,61% em julho), algo que não ocorria desde mai/20 (auge da pandemia). O resultado reflete os efeitos da redução de impostos sobre os preços administrados. Ao mesmo tempo, as medidas de núcleo devem seguir pressionadas, sobretudo pela inflação de serviços. Diante das desonerações anunciadas, os destaques deverão vir da redução dos preços de energia elétrica, gasolina e etanol. Também deve ajudar no alívio vestuário e plano de saúde.

Também na terça-feira, teremos a publicação da Ata do Copom, o principal evento da semana. No documento, o Banco Central deve trazer elementos que expliquem o tom surpreendentemente dovish do último comunicado, que trouxe uma tentativa de suavizar a percepção de que as pressões inflacionarias serão mais resilientes ao longo do horizonte relevante. Além disso, o documento deve esclarecer se a autoridade monetária realmente teve a intenção de sinalizar a proximidade do fim de ciclo da Selic, que foi a interpretação predominante entre os analistas de mercado.

Os dados do comércio e do setor de serviços de junho, na quarta e na quinta feira, completarão o conjunto de indicadores de atividade do segundo trimestre. Mesmo com os auxílios governamentais, o varejo restrito (quarta-feira) deve ter queda de 1,2% (MoM) em junho, puxado pelo fraco desempenho de itens ligados ao crédito. Ajudam a explicar nossa avaliação, as consultas ao SCPC (-7,1%) e o maior preço da gasolina da série histórica (R$7,26 para R$7,42, +2,3%, ANP – Agência Nacional do Petróleo). No conceito ampliado, que inclui veículos e material de construção, deve haver recuo de 1,5% (MoM) em junho. Dá suporte à avaliação, o fraco comércio de veículos apontado pela Fenabrave (-10,9%) e Anfavea (-6,3%).

Na quinta-feira, o volume de serviços de junho deve recuar 0,1% (M/M), refletindo o menor fluxo de veículos pesados nas estradas (-4,6%, %MoM, ABCR) e a nossa expectativa negativa para o varejo ampliado.

No exterior, atenção para a inflação dos EUA. O CPI de julho, que será conhecido na quarta-feira, deve apresentar uma acomodação, com queda dos preços de combustíveis. Além disso, ao longo da semana serão divulgados dados de atividade e inflação na China e na Área do Euro. Também será importante acompanhar eventuais desdobramentos das tensões geopolíticas em Taiwan.

Compartilhe este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

um × 5 =