Agenda Econômica Semanal

4 a 10 de janeiro de 2016

Brasil: A primeira semana do ano começa com a divulgação do IPCA de dezembro e fechamento do ano. Nossa expectativa é de que o indicador registrará inflação de 0,9% no mês, explicada principalmente pela alta nos preços de alimentação e serviços. No ano, o IPCA deverá fechar em +10,6%, resultado bastante além do limite superior da meta de inflação do Banco Central, de 6,5%. A inflação anual não superava dois dígitos desde 2002, quando ficou em 12,53%. O resultado do IPCA de 2015 é reflexo do forte aumento dos preços administrados pelo governo, como energia elétrica, gasolina, gás e transporte público. Além do reajuste nos preços administrados, a inflação em 2015 foi impactada também pela alta nos preços dos alimentos, do setor de serviços e pela inflação de custos gerada pelo aumento do dólar. A inflação de dois dígitos ocorre em cenário de recessão econômica e alta do desemprego. Esse comportamento do IPCA em 2015 era esperado, mas a intensidade e duração dos ajustes de preços surpreendeu, contaminando o desempenho do IPCA também em 2016. Diante da resiliência do indicador, o Banco Central abandonou a meta de convergir a inflação a 4,5% ao final do ano que vem. Para 2016, nossa expectativa é de inflação um pouco menor, mas ainda alta devido basicamente à inflação de custos gerada pelo câmbio.
Para esta semana esperamos também a divulgação da atividade industrial em 2015. Até novembro, a indústria registrou a queda mais intensa em um mês de novembro em cinco anos. O índice registrou 40,9 pontos, a menor pontuação para o mês desde o início da série histórica, iniciada em 2010. Para dezembro esperamos novo resultado recorde para o mês de dezembro e recuo de 10,2% no ano. Os números representam piora nas condições operacionais da indústria brasileira em 2015.
Imagem1

A REAG investimentos não se responsabiliza por quaisquer ações ou decisões baseadas nas informações contidas em suas publicações. Os dados e análises das suas publicações não devem ser tomados exclusivamente como regra para outras publicações, tomadas de decisão, avaliações e/ou julgamentos. Todas as consequências e responsabilidades pelo uso dos dados ou análises desta publicação são assumidas exclusivamente pelo usuário, eximindo a REAG de todas as ações decorrentes do uso deste material. O acesso a estas informações implica total aceitação deste temo de responsabilidade e uso. A reprodução total ou parcial desta publicação é expressamente proibida, exceto com autorização da REAG ou citação da fonte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

nove − seis =

Menu