Compartilhe este post

Agenda Econômica Semanal – 28 de março a 3 de abril de 2016

Agenda Econômica Semanal

28 de março a 3 de abril de 2016

Relatório Trimestral de Inflação será o destaque desta semana

A agenda doméstica nesta semana traz a divulgação de vários indicadores, mas o mercado estará atento ao Relatório de Inflação do 1º trimestre de 2016, a ser divulgado pelo Banco Central na quinta-feira. E expectativa é de que o documento traga informações relevantes acerca da política monetária e das expectativas de inflação.

Falando em inflação, na quarta-feira será anunciado o IGP-M de março, para o qual projetamos alta de 0,4%, reflexo da desaceleração dos preços de insumos industriais importados e menor pressão dos preços de alimentos e bebidas.

A agenda semanal doméstica também está recheada de indicadores fiscais referentes ao mês de fevereiro deste ano. Hoje temos o relatório mensal da dívida pública do Tesouro; amanhã, o resultado primário do governo central, e na quarta-feira, a nota à imprensa de Política Fiscal. Por fim, na sexta-feira, conheceremos os resultados da a Pesquisa Industrial Mensal.

Para a agenda internacional, destacamos os resultados do mercado de trabalho norte-americano para o mês de março, a serem conhecidos na sexta-feira. Haverá ainda a divulgação final dos índices PMI da indústria de transformação na China, na quinta-feira; nos EUA, na sexta, e na Área do Euro, também na sexta.

———————————————————————

O INCC-M registrou alta de 0,79% em março, superando o resultado de fevereiro, de 0,52%. O índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços registrou variação de 0,38%, conforme divulgado nesta segunda-feira pela FGV. No mês anterior, a taxa havia sido de 0,53%. O índice referente à Mão de Obra registrou variação de 1,16%. No mês anterior, a taxa de variação foi de 0,51%. No grupo Materiais, Equipamentos e Serviços, o índice registrou elevação de 0,38%. O grupo Serviços registrou expansão de 0,38%, em março. Já o índice referente à Mão de Obra registrou aumento de 1,16%, por conta de reajustes salariais em Belo Horizonte, Recife e Porto Alegre.

No Relatório Focus desta segunda-feira os principais destaques são as consecutivas revisões baixistas para o câmbio, IPCA e PIB. A revisão no câmbio deve-se basicamente à percepção do mercado para a troca de comando na Presidência da República por conta do processo de impeachment. A melhora na projeção do IPCA deve-se, por sua vez, da menor pressão que o câmbio causará sobre a inflação. Por fim, o PIB vem com resultado ainda negativo, mas menos pressionado devido à manutenção das projeções da Selic nas últimas semanas.

AGENDA SEMANAL 28 MARCO A 3 ABRIL 2016

A REAG investimentos não se responsabiliza por quaisquer ações ou decisões baseadas nas informações contidas em suas publicações. Os dados e análises das suas publicações não devem ser tomados exclusivamente como regra para outras publicações, tomadas de decisão, avaliações e/ou julgamentos. Todas as consequências e responsabilidades pelo uso dos dados ou análises desta publicação são assumidas exclusivamente pelo usuário, eximindo a REAG de todas as ações decorrentes do uso deste material. O acesso a estas informações implica total aceitação deste temo de responsabilidade e uso. A reprodução total ou parcial desta publicação é expressamente proibida, exceto com autorização da REAG ou citação da fonte.

Compartilhe este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

3 × um =