Compartilhe este post

Agenda Econômica Semanal – 18 a 24 de março de 2019

Semana tem como destaques FED e Copom, ambos na quarta-feira

O destaque da agenda doméstica será a reunião do Copom (quarta-feira). Esperamos manutenção da taxa Selic em 6,5%, mas acreditamos que Banco Central deverá alterar marginalmente alguns vetores do seu balanço de riscos para o cenário prospectivo de inflação, considerando-o mais simétrico. Será a primeira reunião sob o comando do novo presidente Roberto Campos Neto. A REAG entende que o comitê deve enfatizar que a condução da política monetária se manterá vigilante e que preservará sua flexibilidade para reagir a desvios com relação ao seu cenário base.

Tivemos também nesta segunda-feira a divulgação do resultado do IBC-Br de janeiro, o qual veio com queda de 0,41% na variação mensal e apontam para a confirmação de um PIB fraco em 2019. A variação trimestral de apenas 0,16%, caindo pelo 4° mês consecutivo. Neste sentido nossa projeção de PIB para 2019 de apenas 2% se mantém e assim os juros irão permanecer baixos a despeito de qualquer fato político. Lembramos que não projetamos corte de juros este ano, mesmo com a reforma da previdência.

A reunião do FOMC e os indicadores preliminares da atividade industrial de março serão o foco da agenda internacional. Acreditamos que o banco central norte-americano trará um tom ainda mais cauteloso acerca da evolução da economia do país, o que deve reforçar nosso cenário de estabilidade da taxa de juros neste ano. Por fim, as leituras preliminares dos índices PMI da indústria de transformação referentes a março deverão reforçar a avaliação de atividade global fraca nesse primeiro trimestre.

tab.png
 

Compartilhe este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

15 − cinco =