Proxy mensal do PIB de fevereiro é o destaque da agenda doméstica

A agenda doméstica desta semana vem fraca, com o destaque para a proxy mensal do PIB de fevereiro, o IBC-Br. A REAG estima crescimento nulo, apesar de o consenso de mercado projetar expansão de 0,25% MoM. Outros destaques da agenda local desta semana são o IGP-10 de abril e o Monitor do PIB de fevereiro, ambos na quarta-feira. Na ausência de números que capturem a dinâmica econômica após o início do isolamento, os mercados devem buscar indicadores coincidentes, mesmo que secundários, para aferir a dimensão do choque.

Com uma agenda de indicadores mais fraca na semana, a votação da PEC do orçamento de guerra no Senado hoje e as negociações em torno do projeto emergencial de socorro a Estados e municípios na Câmara ficam no foco. A Consultoria de Orçamentos do Senado diz que a “PEC de guerra” é “extremamente problemática” e tem alguns pontos inconstitucionais.

Na agenda internacional, crescimento chinês e novos indicadores nos EUA serão o destaque. O PIB da China no 1º trimestre dará o tom do tamanho do choque no primeiro país a passar por um período de isolamento. Nos EUA, vendas no varejo, produção industrial e dados do mercado imobiliário indicarão a magnitude da queda da atividade no mês de março.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu